Politica

16
MAI
Reinaldo cita Geraldo, Miglioli e Nelsinho como pré-candidatos ao Senado pelo PSDB
Por: Redação
Reinaldo cita Geraldo, Miglioli e Nelsinho como pré-candidatos ao Senado pelo PSDB

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou, nesta quarta-feira (16), que o PSDB não tem um “único nome” para disputar o Senado. O governador citou o ex-secretário de Obras, Marcelo Miglioli, o deputado federal Geraldo Resende e o ex-prefeito da Capital, Nelsinho Trad (PTB) – para ocupar segunda vaga destinada à coligação.

Reinaldo falou sobre o assunto durante evento da Caravana da Saúde, na manhã desta quarta. Evento em que o governador, inclusive, chegou acompanhado de Miglioli no mesmo carro.

A fala do governador negando que haja uma definição no PSDB contraria entrevista de Miglioli, concedida nesta terça-feira (15). A declaração do ex-secretário indignou o deputado Geraldo, que ontem mesmo rebateu a informação e o classificou como “inexperiente e sem traquejo”.

Reinaldo afirmou que Marcelo se licenciou do Governo e se colocou como pré-candidato, e está tentando “se viabilizar” até o final de julho. “O PSDB não tem um único nome, tem hoje o Geraldo que pleitea e o Marcelo que pleitea”, disse.

O governador também ressaltou que a segunda vaga tucana ao Senado será destinada à coligação partidária. Nelsinho Trad é citado como um provável candidato ocupando essa vaga.

“O Nelsinho tem nos acompanhado bastante, hoje existe uma simpatia pelo PTB, mas ninguém hoje pode dizer que tem vaga garantida. Vamos discutir isso até as convenções. O Nelsinho é um provável candidato a concorrer ao Senado”, completou Reinaldo.

Disputa interna
A discordância entre Miglioli e Geraldo é mais um capítulo da disputa interna no PSDB para a definição dos pré-candidatos ao Senado da República. Desde o início do ano, a legenda decidiu que das duas vagas do partido, apenas uma seria para tucano, a outra, será destinada para coligação.

Na disputa, despontaram o ex-secretário Miglioli, o deputado Geraldo Resende e o secretário de Governo, Eduardo Riedel. Após uma série de negociações, Miglioli foi lançado pelo próprio governador Reinaldo, no início do mês passado, como o pré-candidato do partido ao Senado.

O que parecia unanimidade dentro do partido acabou não se confirmando. Tudo porque Geraldo Resende, que há pouco mais de 1 ano trocou o MDB pelo PSDB, não concorda com a escolha.

À reportagem, o deputado afirmou que se ao fim das negociações o nome de Miglioli se confirmar, ele segue como candidato a reeleição na Câmara dos Deputados, mas a definição, segundo ele, só deve se dar no mês de julho, após conversas com todos os integrantes da executiva do PSDB.


Fonte: Mídia Max


Hora agora:
27/05/2018
Cotações em MS:
Publicidade:

Sobre

2009@2018 MS - Diretor Executivo: Renan Carrijo MTE 001341/MS - MS Todo Dia - Notícias a Todo Momento

Fale conosco

(67) 9 9624-6412 Whatsaap

Ms Todo Dia