Esportes

13
ABR
Representantes de MS vivem crise e incerteza às vésperas de estreia na Série D
Por: Redação
Representantes de MS vivem crise e incerteza às vésperas de estreia na Série D

Faltam nove dias para Mato Grosso do Sul iniciar a disputa da única competição oficial de futebol que resta aos times locais disputar, a Série D. E o prazo se tornou extremamente apertado com os problemas de bastidores que atingiram em cheio Corumbaense e Novo, nossos representantes, na última semana livre antes da disputa.

Na tarde desta quinta-feira (12), por meio de nota oficial, o Corumbaense anunciou que Gianni Freitas pediu demissão do cargo de treinador do clube, alegando motivos pessoais em reunião. O comandante levou o time alvinegro à final do Estadual, perdida para o Operário.

Ainda em seu comunicado, o Carijó da Avenida diz que já avalia nomes para substituir Freitas. Para não prejudicar o planejamento, o clube pretende anunciar o novo comandante até o próximo domingo (15).
Freitas, técnico de apenas 40 anos, é apontado como uma das principais revelações do futebol de Mato Grosso e substituiu no início de março Douglas Ricardo, criticado pela torcida após as eliminações na Copa Verde e Copa do Brasil.

O Corumbaense estreia no dia 21, às 14h30 (de MS), contra o Ipora, de Goiás, fora de casa. Os clubes estão no Grupo A10, ao lado de Dom Bosco (MT) e Brasiliense (DF).

CRISE

Perder o técnico é o menor dos problemas para o Novo. Não que a expectativa seja boa. Mas afinal, de maneira surpreendente, o clube não só demitiu o técnico Robert, como dispensou todos os jogadores e dissolveu a comissão técnica na noite de quarta-feira (11).

Os motivos ainda saõ desconhecidos. O presidente Américo Ferreira diz que irá se pronunciar nesta sexta-feira (13) sobre o caso. A expectativa é que o clube 'alugue' a vaga, usando sua camisa para abrigar jogadores de empresário que estão sem mercado e calendário no segundo semestre. Nem mesmo a desistência da competição está descartada.

A indefinição atingiu em cheio o elenco, que aproveitava folga ganha após a eliminação na semifinal do Estadual para o Corumbaense e iniciaria os treinos nesta tarde. 

Empresário que possui contato com a diretoria do Novo e prefere não se identificar disse que a decisão do clube passa pelos problemas em relação a estádio na Capital. O laudo que liberava o Morenão venceu com o fim do Estadual. 

A dor maior é com o Estádio Jacques da Luz, nas Moreninhas, onde o Novo custepou a reforma para a prefeitura ainda no ano passado mas, passados quatro meses, ainda não obteve laudos que liberem seu uso por parte do Ministério Público Estadual. Ou seja, o clube teria que atuar em Dourados ou Rio Brilhante na estreia contra o Aparecidense, de Goiás, às 15h (de MS), no dia 22. O time está no Grupo A11, ao lado de Ceilândia (DF) e Sinop (MT).


Fonte: Correio do Estado


Hora agora:
23/07/2018
Cotações em MS:
Publicidade:

Sobre

2009@2018 MS - Diretor Executivo: Renan Carrijo MTE 001341/MS - MS Todo Dia - Notícias a Todo Momento

Fale conosco

(67) 9 9624-6412 Whatsaap

Ms Todo Dia